Significado de Perfeição – O Que é, Conceito, Definição

Qual é o siginificado de perfeição?

Nossa pauta, no Semântica Hoje, é a perfeição. Ou melhor, o significado de perfeição. E como você vai perceber, o texto hoje segue esse ideal, pois está muito bom.

Dizemos que buscamos o significado de perfeição, mas essa é uma palavra que, sob muitos olhares, não apresenta sentido em si. Mas sim, apenas, quando comparada com o contexto onde se encontra.

Além disso, sabemos que a perfeição é um ideal impossível de ser alcançado. No entanto, indica uma direção a ser tomada, para que se faça o possível para que se chegue o quão perto suas habilidades (e as circunstâncias) permitirem.

Sendo assim, sabemos que o nosso texto não será perfeito. Mas, também, já deixamos avisado, de antemão, que faremos o nosso melhor para entregar o melhor que conseguimos. Fique com a gente e boa leitura.

Qual é o significado de perfeição?

Como dissemos, perfeição não é somente, perfeição. O significado de perfeição está associado com o contexto onde algo é posto.

Assim, o primeiro sentido de perfeição é excelência. E excelência implica na melhor forma de se fazer algo ou de, simplesmente, ser algum, em relação a outras pessoas, na mesma condição.

Ou seja, precisa de contexto. Porque implica que você conheça as formas ruins ou medíocres de se fazer algo ou de ser alguém.

Isso se relaciona, inclusive, com os dois sentidos seguintes. Que são, respectivamente, de teor elevado e supremo.

Ou seja, devemos entender o que seria um teor moderado ou baixo de algo, para sabermos o que é perfeição. Ou, então, entender que o que chamamos de perfeito, está em seu último nível de evolução.

Outro sentido, coloca a perfeição como o mais elevado grau de exatidão. Ou seja, depende do objetivo que se pretende alcançar. Dessa maneira, a perfeição está no estado em que a menor quantidade de falhas é alcançada.

Por outro lado, outro significado de perfeição é sem defeitos, falhas. Ou seja, podemos entender como oposição ao último sentido citado.

Isso pois apresentasse como, ainda, mais refinado. Visto que não basta ser o mais exato possível. Mas existe a necessidade de se eliminar toda e qualquer falha do processo. Ou, ao menos, de seu resultado.

Perfeição como qualidade

Também podemos encarar a perfeição como um ideal a ser alcançado. Mesmo que ele não esteja livre de erros ou seja o mais alto grau de algo, como mencionamos acima.

Assim, os sentidos seguintes se referem à qualidades elevados do ser humano. Sendo o primeiro deles a justeza. Ou seja, se você agiu com justiça, mesmo que tenha cometido erros, pode-se dizer que agiu com perfeição.

Também podemos colocar a perfeição como um alto nível de virtude. Nesse sentido, ela ultrapassa a noção de justeza, visto que aplica a outras qualidades do ser humano. Sejam elas físicas, emocionais ou de habilidades.

Ou, ainda, podemos classificar a perfeição como correção moral. Dessa maneira, podemos entender que ela não é mais, um resultado, como na definição dada pela justeza.

A correção implica em um processo. No qual, buscando o correto, você admite que estava, antes, em um estado de erro. E, passou por toda uma jornada, em busca do que é o certo. Seja para você ou para outros.

Isso, de certa forma se relaciona com o sentido de apuro. Ou seja, tanto um resultado quanto um processo de se tornar algo ou alguém o mais se m falhas quanto for possível.

Existe, também, o significado de perfeição como o excesso de cuidado ou de zelo na realização de uma tarefa. Ou seja, a perfeição possui sentidos tão amplos que chega a resvalar nos sentidos de perfeccionismo. No entanto, esse excesso, ainda, não chega ater aspectos negativos.

O aspecto transcendental de perfeição

Também podemos atribui o sentido de perfeição a uma pessoa. Assim, é possível que alguém não seja, apenas, perfeito. Mas, sim, a própria definição do que é perfeição. Ou seja, alguém que não erra ou não possui defeitos.

Assim, invariavelmente, é atribuído um sentido religioso à perfeição. Visto que ela está ligada a diversos conceitos superlativos que beiram ou alcançam o impossível.

Dessa maneira, a perfeição, também, se define como o estado ou a condição da pessoa na qual ela não comete pecados. Seja de forma voluntária ou, até mesmo, automática, dado o elevado grau de virtude do indivíduo.

A importância da perfeição para diversas religiões é tão grande que, em algumas, o paraíso é definido como a própria perfeição. E, em algumas outras, é exatamente, o contrário.

Ou seja, a perfeição é o próprio paraíso. Dessa maneira, ele não se trata de um lugar a ser alcançado. Mas, sim, de um estado, inerente à própria pessoa.

No entanto, em muitas crenças, a perfeição se mostra como um instrumento para a humildade. Isso pois, uma das primeiras coisas que os praticantes dessa religião fazem ao conhecer a perfeição é admitir que não conseguem alcançá-la.

E, em seguida, a colocam como meta, mesmo que inalcançável. Buscando, sempre, chegar o mais perto quanto for possível dela.

Qual é a origem do significado de perfeição

Depois de apresentar tantos significados de perfeição, você pode estar se perguntando de onde veio essa palavra. E, como a maior parte do léxico do português, ela vem do latim.

Sua origem está ligada ao da palavra perfeito. Assim, trataremos de ambos da mesma forma.

Elas vem do latim perfectus. Ou, em tradução completo. No seu particípio passado, a palavra fica como perficere, que significa terminar ou completar.

Essas duas últimas palavras podem, inclusive, serem partidas em duas. Per significa completo, completamente, sem faltas ou todo. Semelhante ao pan dos gregos.

E facere quer dizer, literalmente, fazer ou levar a termo ou a efeito. Em outras palavras, o que é perfeito ou que alcança a perfeição é aquilo que já não mais possui a necessidade de que nada seja feito a seu respeito.

E, como já dissemos, mesmo que não seja possível alcançar a perfeição, devemos nos esforçar para diminuir a distância entre nós e ela. Até que nossa tarefa se torne a melhor possível, em sua conclusão.

Responder

4 × quatro =

33 + = 38